Se Liga na Rua! – SEMANA #19

Autoras: Urânia Flores e Daniela Linkevicius

É chegada a hora de nos informamos sobre o que está acontecendo com a População em Situação de Rua no Brasil e no mundo, através de mais um Se Liga na Rua!

Essa semana vamos dar uma olhada em materiais que já foram produzidos sobre o tema, ver pesquisadores brasileiros estão pensando em como lidar com esse panorama e tentar entender um pouco mais sobre como outros países estão lidando com a Pop Rua.

Em 2018, os alunos de medicina de Universidades de São Paulo e Paraná, em conjunto com o Movimento Nacional da População em Situação de Rua (MNPR) e de outros militantes e profissionais envolvidos com a rua, publicaram a cartilha “Saúde da População em Situação de Rua. A cartilha foi idealizada no Encontro Regional dos Estudantes de Medicina (EREM), no ano de 2017. O objetivo da cartilha foi divulgar as ricas discussões ocorridas ao longo do evento para além da academia, relacionando os conhecimentos sobre as necessidades da População em Situação de Rua. Por isso, a cartilha traz, dentre outras coisas, um diagnóstico sobre a Pop Rua, além de relatos de membros do movimento (e ex-moradores em situação de rua) e trabalhadores dos Consultórios na Rua (CnR).
Para baixar a cartilha, acesse: https://drive.google.com/file/d/1Xe_McrziALQC0EyNXyj9ClkRlAhYugol/view

Já o Jornal da USP publicou uma entrevista com a Professora Renata Bichir, professora de Gestão de Políticas Públicas da Escola de Artes, Ciência e Humanidades (EACH), da Universidade de São Paulo (USP). Na entrevista, foram debatidas possíveis soluções para lidar com a realidade da População em Situação de Rua em São Paulo, principalmente após a Prefeitura da cidade divulgar um censo em que constata o enorme salto no número de pessoas em situação de rua, entre 2015 e 2019. A professora entende que o plano de ação proposto pela prefeitura, chamado de “Pode Entrar”, que aplicará recursos para um novo programa habitacional, poderá gerar menos segregação e ocupar espaços já existentes. Entretanto, é necessário cuidado para não ocupar espaços em estado precário.
Ouça a entrevista completa: https://jornal.usp.br/atualidades/solucao-para-moradores-de-rua-depende-da-articulacao-de-politicas-publicas/

Já no que diz respeito a políticas públicas para a População em Situação de Rua na Alemanha, o governo iniciou uma iniciativa para melhorar as políticas em Berlim, algo que instituições e assistentes sociais solicitam há anos. Em 2019, um estudo revelou que o número de pessoas em situação de rua está em ascensão no país. Tal iniciativa envolveu uma contagem realizada por voluntários e liderada por um profissional que ou tenha experiência com Pop Rua, ou que anteriormente esteve em situação de rua. Importante destacar que os voluntários foram previamente instruídos com relação a código de conduta necessário para tal ação – eles não tinham permissão para olhar dentro das barracas, tirar fotos ou acordar alguém. O ministro Elke Breitenbach afirmou que a importância da ação reside principalmente no fato de que a cidade de Berlim não tem números concretos sobre a População em Situação de Rua, apenas estimativas. Além disso, o governo pretende descobrir qual o perfil dessa população, pois pesquisas anteriores revelaram que mais da metade eram imigrantes, não pertencentes a União Européia. Por isso, o questionário foi idealizado em 14 línguas.
Leia a matéria na íntegra através do link: https://www.dw.com/en/berlin-carries-out-first-homeless-census/a-52145522

Essa edição do Se Liga na Rua fica por aqui. Esperamos que vocês tenham gostado da seleção desta semana! Até logo!